As imagens oficiais do novo Volvo XC40, acabadas de revelar, confirmam a antecipação que fizemos no Autohoje sobre o modelo.

Foi em Milão que a Volvo mostrou o XC40 (ver vídeo), modelo que passa a ditar o novo acesso à gama de crossovers da marca sueca e que aumenta a oferta de SUV do construtor nórdico para três propostas: XC90, XC60 e este XC40.

Este é também o primeiro modelo Volvo construído com base na nova plataforma CMA (Compact Modular Architecture) que servirá de base aos futuros modelos da gama 40 onde se irão incluir modelos totalmente elétricos.

“O XC40 representa a nossa entrada no segmento dos pequenos SUV, alargando a oferta Volvo e conduzindo-nos para uma nova direção”, refere Hakan Samuelsson, CEO da Volvo.

No início da sua produção, o XC40, cujas fotos pode ver aqui, estará disponível na motorização D4 (2.0 de 190 cv) e T5 a gasolina. A breve trecho serão introduzidas novas opções, onde se incluirão os Diesel D2 (120 cv) e D3 (150 cv), bem como uma motorização híbrida e uma versão puramente elétrica. O XC40 será o primeiro automóvel da Volvo que terá o novo motor de 3 cilindros da marca. Embora o construtor não especifique ainda, o Autohoje tem informações que apontam para que se trata de um 1.5 a gasolina de três cilindros, o qual poderá inclusivamente vir a locomover o crossover isoladamente (para além da versão em que aparece associado a um motor elétrico). Ainda assim, este é um dado a confirmar.

Tecnologicamente, o novo XC40 utiliza sistemas (de segurança, de conectividade e de infotainment) presentes nas gamas 60 e 90.

A marca sueca refere que os condutores do novo XC40 serão também os primeiros clientes da Volvo a partilhar a chave do seu automóvel com familiares e amigos através da tecnologia de chave digital disponível através do serviço Volvo on Call.

O XC40 será produzido na fábrica de Gent na Bélgica a partir de novembro. A sua “première” em solo português acontecerá em Lisboa, a Volvo Ocean Race no dia 31 de outubro. O lançamento comercial em Portugal está previsto para o início de 2018.

O crossover terá preços de acesso a rondar os 36 mil euros nas versões a gasolina e abaixo dos 40 mil euros nas versões Diesel.

Assine Já

Edição nº 1460
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes